CRISE OU OPORTUNIDADE? 

O mercado em 2015 não está cooperando, dólar subindo, inflação em alta e os consumidores retraindo o consumo. A primeira metade de 2015 para alguns setores foi de baixa de vendas e aumento no endividamento da empresa. Para outros setores, principalmente para empresas que trabalham exportação, foi um semestre para bater recordes de vendas e de faturamento.

Com base nessas disparidades de mercado analisamos o mercado está em crise ou está propenso a inovações e arranjos que gerem oportunidades para o negocio?

A crise influência algumas ações dentro das empresas:

  • Redução de Custo
  • Diminuição de investimentos
  • Redução no quadro de funcionários

Um conto nos exemplifica a realidade:

 “Um homem vivia à beira de uma estrada e vendia cachorro quente. Ele não tinha rádio, não tinha televisão e nem lia jornais, mas produzia e vendia o melhor cachorro quente da região. Ele se preocupava com a divulgação do seu negócio e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em voz alta e o povo comprava e gostava.

As vendas foram aumentando e cada vez mais ele comprava o melhor pão e a melhor salsicha. Foi necessário também adquirir um fogão maior para atender a grande quantidade de fregueses. E o negócio prosperava a olhos vistos. Seu cachorro quente era o melhor!

Vencedor, ele conseguiu pagar uma boa escola ao filho. O menino cresceu, e foi estudar Economia numa das melhores Faculdades do país.

Anos depois, finalmente, o filho já formado, voltou para casa, notou que o pai continuava com a vida de sempre, vendendo, agradando e prosperando e teve uma séria conversa com o pai:

– Pai, então você não ouve rádio? Você não vê televisão? Não acessa a Internet e não lê os jornais? Há uma grande crise no mundo. A situação do nosso País é crítica. Está tudo ruim. O Brasil vai quebrar.

Depois de ouvir as considerações do filho Doutor, o pai pensou: _ Bem, se meu filho que estudou Economia na melhor Faculdade, lê jornais, vê televisão e internet, participa de redes sociais, e acha isto, então só pode estar com a razão, a coisa deve estar feia mesmo!

Com medo da crise, o pai procurou um Fornecedor de pão mais barato (e é claro da pior qualidade).

Começou a comprar salsichas mais barata (que era, também, a pior). Para economizar, parou de fazer cartazes de propaganda na estrada.

Abatido pela noticia da crise já não oferecia o seu produto em voz alta. Tomadas essas providências, as vendas começaram a cair e foram caindo, caindo e chegaram a níveis insuportáveis e o negócio de cachorro quente do velho, que antes gerava recursos até para fazer o filho estudar Economia na melhor Faculdade quebrou.

O pai, triste, então falou para o filho: – Você estava certo, meu filho, nós estamos no meio de uma grande crise. e comentou com os amigos,orgulhoso:

– Bendita a hora em que eu fiz meu filho estudar economia, ele me avisou da crise!”

Mas como posso aproveitar esse ano para melhorar meu negócio ou minha carreira?

Em ano turbulento não se deve improvisar! Você deve rever sua empresa, analisando custos x receitas. Projetar os cenários que a empresa deverá enfrentar, e trabalhar estratégias para cada cenário que pode se apresentar. Criar um planejamento para empresa é fundamental!

Outro ponto importante é se cercar com profissionais adequados e capacitados para a gestão do negócio da empresa. Não se deve contratar o mais barato para as funções, mas sim o mais qualificado. Esse investimento deve ser enfrentado como uma qualificação à empresa, podendo assim diferenciar o negócio do mercado.

2015 é o ano para qualificação dos profissionais, buscando por treinamentos e cursos que te diferenciem, e qualifiquem para o futuro. Treinar o atendimentos dos clientes é fundamental, você já deve ter passado por um atendimento de péssima qualidade, e com certeza não voltou mais na empresa pois o atendimento lhe afastou.

Em ano difícil o seu cliente fica mais exigente, pois ele não tem dinheiro “sobrando”. Ele quer fazer valer o dinheiro, buscando mais benefícios nos produtos e serviços que irão adquirir. Eles querem Mais! E esse diferencial que a empresa deve buscar! Repensar os produtos e serviços podem valer a pena! Inovação é fundamental!

Não tenha medo, anos difíceis requerem muita inteligência e ousadia.
2015 está difícil para todos, inclusive para seu concorrente!

Saia na frente!

Para obter resultados diferentes, faça as coisas de maneira diferente!

^F42E53B1128606381AECC141BBB6CB4FC49B4B7BDB36DDA395^pimgpsh_fullsize_distr