A importância da gestão eficiente de estoques é o conhecimento e o controle do empresário sobre o que ele tem de produto para ser oferecido ao seu cliente, podendo assim fazer promoções, concorrer com preço no mercado e também poder ter uma qualidade na hora de comprar, já que ele vai saber o que comprar, quando comprar e como comprar, isso pode ser um dos maiores benefícios, o poder de compra e um giro de qualidade em seu estoque. O maior benefício é a redução de custos no momento da compra, realizando a compra da quantidade correta e reduzindo assim a alocação de recursos de forma errada em estoque parado.

A melhor forma de começar é a gestão correta de entrada e saída dos itens no estoque, pois a partir daí poderá se controlar as informações. O investimento em softwares é fundamental, e o treinamento da equipe de trabalho, pois assim se poderá ter o melhor aproveitamento do investimento realizado pela empresa. Uma ferramenta fundamental a ser utilizada por todas as empresas é a curva ABC, pois poderá assim gerenciar os itens mais importantes para a empresa.  Em empresas de pequeno porte, o maior responsável pelo não funcionamento da gestão de estoque é o empresário que não direciona e muitas vezes burla as normas que ele mesmo estabeleceu.

Inventário

O inventário ele deve ser obrigatoriamente realizado 1 vez por ano. Mas é recomendável se realizar todo mês uma verificação nos itens, onde serão direcionados uma quantidade de produtos que serão contados afim de se ter uma amostragem de divergência no estoque. Com base nessa amostragem a empresa saberá como está o seu estoque.

Erros Comuns

Os erros mais frequentes é a contagem sem planejamento, onde a empresa conta de qualquer forma o estoque. Outro erro frequente é somente um funcionário contar, sem a verificação de outro. A falta de organização do layout de estoque é outro fator que atrapalha o controle de estoque. E o maior erro, a não utilização correta de sistemas (softwares e planilhas) para a gestão de entrada e saídas dos itens no estoque.